Home / Notícias Corporativas / Soft skills: o que são e qual a sua importância?

Soft skills: o que são e qual a sua importância?

Em todo o mundo, o número de desempregados deve chegar a 208 milhões em 2023, 3 milhões a mais do que em 2022, segundo estimativa da OIT (Organização Internacional do Trabalho). No Brasil, o número de desempregados passou de 14,1 milhões em 2021 (13,3% da população) para 10,3 milhões em 2022 (9,5%).

Para a OIT, a queda do desemprego no país deve continuar em 2023, mas pode diminuir o compasso. A entidade destacou que “o Brasil registrou um crescimento muito forte do emprego, e uma grande redução da taxa de desemprego”, no decurso de 2021 e 2022, mas espera que “a tendência descendente pare em 2023, devido ao ambiente econômico global mais difícil”.

“Em um ambiente desafiador, conforme previsto pela organização internacional, apostar em competências comportamentais – como soft skills – pode fazer a diferença para profissionais que buscam uma oportunidade ou mesmo o crescimento profissional”, afirma Claudio Zanutim, escritor, comunicador, palestrante, trainer internacional, professor e fundador da IC-Educ Educação Corporativa.

Zanutim explica que soft skills são habilidades comportamentais ou socioemocionais que permitem que uma pessoa se relacione bem com outras pessoas e realize tarefas de forma eficaz e eficiente. “Estas habilidades vêm ganhando cada vez mais importância para o trabalho contemporâneo e, principalmente, para aqueles que querem ocupar cargos de liderança nas organizações”.

O escritor conta que, ao contrário das hard skills, que são habilidades técnicas relacionadas a um campo de conhecimento específico, as soft skills são habilidades transferíveis que podem ser aplicadas em diversas situações e que também podem ser aprendidas e desenvolvidas.

Segundo o comunicador, é possível destacar um conjunto de habilidades que são imprescindíveis:

  1. Comunicação efetiva e respeitosa – “A capacidade de comunicação, tanto verbal quanto escrita, está entre as soft skills mais valorizadas no mundo corporativo”, diz Zanutim. Para ele, é fundamental que os colaboradores saibam se expressar de forma clara, objetiva e assertiva, e que saibam ouvir e entender as opiniões dos outros: “A capacidade de se comunicar bem é fundamental para evitar mal-entendidos, conflitos e para alcançar objetivos em comum”.
  2. Trabalho em equipe – Para o palestrante, a capacidade de colaborar com outras pessoas é fundamental para alcançar objetivos comuns e resolver problemas de maneira eficaz.
  3. Resolução de conflitos –  As habilidades suaves permitem que as pessoas lidem com situações difíceis de maneira eficaz, diz Zanutim. “O conflito é resolvido em qualquer ambiente de trabalho ou relacionamento interpessoal, e a capacidade de resolvê-lo é fundamental para manter relacionamentos saudáveis ​​e produtivos”.
  4. Adaptabilidade – Segundo o trainer internacional, essa soft skill permite se ajustar a mudanças inesperadas e lidar com situações difíceis de maneira mais eficaz. “A capacidade de se adaptar às mudanças é fundamental em um mundo em constante evolução e é valorizada pelos empregadores em todas as áreas da vida”, diz ele.
  5. Empatia – Nas palavras de Zanutim, a empatia envolve a capacidade de se colocar no lugar do outro, entender suas necessidades, preocupações e desafios, e agir de forma sensível e compreensiva: “A empatia contribui para um ambiente de trabalho inclusivo e respeitoso, e para relações interpessoais mais saudáveis ​​e positivas”.
  6. Pensamento crítico – “Essa habilidade permite analisar problemas de maneira mais profunda e encontrar soluções criativas e eficazes”, explica.
  7. Criatividade – De acordo com o professor e fundador da IC-Educ Educação Corporativa, a capacidade de pensar de maneira crítica e criativa é fundamental para a inovação e é altamente valorizada em todos os setores.
  8. Resiliência – Essa soft skill permite lidar com situações difíceis e desafiadoras de maneira mais eficaz: “A capacidade de se recuperar de fracassos e adversidades é fundamental para o sucesso pessoal e profissional”, afirma.
  9. Gestão de tempo com produtividade – Zanutim destaca que com essa habilidade fica mais fácil realizar as tarefas de forma mais assertiva: “A capacidade de gerenciar o tempo é fundamental para alcançar objetivos pessoais e profissionais”.

Na visão de Zanutim, para ser bem-sucedido, é importante desenvolver habilidades suaves e investir no aprimoramento delas ao longo da vida. “Essas habilidades são essenciais para construir relacionamentos saudáveis, se comunicar de forma eficaz, solucionar conflitos e colaborar com outras pessoas”, afirma. “Além disso, as habilidades soft são cada vez mais importantes em um mercado de trabalho competitivo e em constante evolução”, conclui.

Para mais informações, basta acessar: https://www.claudiozanutim.com.br/

Veja Também

Congresso Brasileiro de T&D 2023 tem programação definida

O CBTD 2023, evento para a área de RH e T&D que acontece em junho 2023 já tem a sua programação completa definida